sexta-feira, 28 de junho de 2013

contagem final

Pedaço a pedaço, a casa vai-se reconfigurando e nasce um quarto de bebé no meio dela. Paredes pintadas, rodapés, candeeiros, roupeiros, cómodas, berço, prateleiras... Assemelha-se um pouco a uma organização de evento. Momentos antes do evento ninguém acredita que vai estar pronto a tempo e a azáfama é total. Andámos meses a "preparar" o quarto, mas evidentemente com um ritmo irregular porque tudo parecia um pouco irreal, como o Mundial de Futebol no Brasil. Sim, sim, precisamos de construir acessos, arrasar favelas, maquilhar e vestir os pobres e montar o berço, mas faltam três meses, é imenso tempo. Agora não faltam "meses", já começamos a contar semanas. O umbigo da Plaft está praticamente na horizontal na barriga esticada como um tambor. Hoje apanhei-a sentada na grande cadeira de verga suspensa por mola em forma de ovo (uma cena que ela quis) a olhar para o quarto novo, com um sorriso embevecido, a imaginar-se dali por umas semanas. Uma coisa é certa, podem estar 35 graus, mas dou comigo a pensar no Natal mais especial que vou ter desde que cresci e deixei de acreditar em magia.

6 comentários:

M D Roque disse...

Oh papá da Ju, não me comovas logo de manhã, piqueno :):):)

Pipoca Mais Picante disse...

Será mais especial ao da quando a Júlia tiver uns 2 ou 3 anos e esperar ansiosa o Pai Natal, quando lhe deixar bolachas e leite porque ele deve ter fome, quando vos acordar às 6 da manhã porque o Pai Natal não se esqueceu de vir.
Big, big smile

M D Roque disse...

Melhor ainda do que o Pai Natal, é aguardar ansiosamente a chegada do pai- montanha, do pai-cavalinho, do pai-aviãozinho... É sentar-lhe as bonecas no colo e falar com ele e com elas num jargão muito seu, dar-lhes papinhas e pentea-los, às bonecas e ao pai, com lacinhos , risco ao meio, franjinha e caracóis... E o pai vai adorar cada segundo destes minutos de cumplicidade... E a mãe, divertida e embevecida, regista ternurenta os carinhos mais divertidos, porque são recordações únicas.... Impares ... :') E "prontes", vou tomar o remédio para os clichés...

José María Souza Costa disse...

Eu vim te deixar um...
CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com

Roger disse...

Tenho mais ou menos o mesmo sentimento relativamente ao Natal, mas tal como tu acredito que isso vai mudar quando tiver filhos.
Um abraço e que corra tudo bem

A Lenda disse...

Confirmo a cena do Natal. E vai melhorando com os anos. O que poderá haver de melhor do que ver o Música no Coração pela enésima vez rodeado das minhas maravilhadas filhas e a seguir pôr toda a gente a jogar Virtua Fighter e ver as pimpolhas ainda mais maravilhadas a espancaraem-se e espancarem-me. Top.
Nuno Rechena