quinta-feira, 23 de maio de 2013

curso de preparação pré e pós parto - o banho

Eu e a Plaft estamos a tirar um curso de preparação para o parto numa reconhecida universidade de curso pré e pós parto. As aulas assemelham-se a uma reunião de seita de mulheres que andam como pinguins, acompanhadas pelos respectivos homens que se evitam olhar nos olhos uns dos outros.

É preciso dizer que para nós, homens,a preparação para lidar com o bebé começa no primeiro trimestre da gravidez, pois as alterações hormonais na grávida iniciam um programa de simulação de privação de qualquer lógica na relação  causa -> efeito nas emoções. Isto é essencial para lidar com períodos em que o bebé está aborrecido com qualquer coisa e não se percebe o que é, pois não sabe verbalizar e raciocinar de forma lógica. Recorrendo apenas a modulações na birra, podemos perceber se o bebé está aborrecido porque tem fome apesar de ter comido há menos de meia hora ou se  é por ser a 3ª vez em 15 dias que vamos jantar fora para ver o Benfica e voltamos muito tarde, com os copos e num estado de espírito lastimável.

 No fim, receberemos o diploma e a certificação necessária ISO2000 para a criação e manuseio de bebés, sem o qual, disse-me a Plaft, não nos entregam o bebé na maternidade ou, de acordo com o pai dela que é advogado, podemos ser processados pelos próprios filhos por fraude, quando eles atingirem a maioridade, como aconteceu com aquele senhor que se fazia passar por representante das nações unidas e depois foi apanhado.

Eu não estava muito convencido quanto à necessidade do curso porque já tive imensas cadelas e cheguei a cuidar de uma ninhada de seis num apartamento. Sei que a preparação para o parto se poderia resumir a deixar a Plaft fazer o seu ninho dentro do roupeiro e deixar-lhe comida e bebida a distância segura, pois as mães tendem a tornar-se muito protectoras e agressivas se alguém se aproxima. E quanto ao pós-parto, por mim, era ela ter as vacinas em dia, cobrir o chão com um plástico impermeável e ir limpando os cocós para que não os espalhasse com as patas por todo lado.

 E a propósito disso, tive a primeira aula de pasteurização e higiene do bebé, onde pude aplicar os meus conhecimentos, conforme se pode verificar por esta foto:

Tolan treina banho e mudança de fralda em simulador de bebé

É bastante fácil se seguirmos as instruções da Plaft e as ilustrações que se assemelham a um livro de Judo que eu tive. Pega indicador polegar na axila mais distante, seguida de ipon de 180º para lavagem de rabinho. A bebé não se mexe, nem emite qualquer tipo de som de tão descontraída e embasbacada que está a olhar para o seu pai que é um pai espectacular e que ainda por cima escreve bem que se farta. A fralda veio limpa, não me quis dar trabalho desta vez. A água, neste caso, era imaginária, mas com água a sério é mais fácil porque o bebé pesa ainda menos. Vestir-lhe a roupa também foi mais complicado do que será na vida real, porque se trata de um boneco rígido e não colabora como a minha bebé vai colaborar, sendo mais difícil enfiar-lhe os braços no complexo baby grow.

7 comentários:

nAnonima disse...

texto para derreter corações :b

retenho « No fim, receberemos o diploma e a certificação necessária ISO2000 para a criação e manuseio de bebés, sem o qual, disse-me a Plaft, não nos entregam o bebé na maternidade ou, de acordo com o pai dela que é advogado, podemos ser processados pelos próprios filhos por fraude, quando eles atingirem a maioridade, como aconteceu com aquele senhor que se fazia passar por representante das nações unidas e depois foi apanhado.»

:))))

binary solo disse...

Onde fiz o meu curso usavam bebes a sério que era só para a coisa ter mais piada. A variável 'mexem-se" e um ponto a ter em conta.

Isa disse...

opá eu ri-me tanto com a parte em que os pais evitam olhar uns pros outros, tanto…

(ah, e Júlia é lindo e original, parabéns pela escolha)

Bjos aos 3

Maria D Roque disse...

Vai correr tão bem, mas tão bem o curso, que ficas com mais um doutoramento e vais se nomeado PILF, deixando a Plaft inchada de orgulho.... Vais ver como nada te prepara para TÊM-LA realmente em casa e decidirem os 3 afinal como vai ser.... :):):)

Maria D Roque disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria D Roque disse...

Quando ouvirem dizer que uma velha maluca deitou fogo aos iPads e aos Androids, fui eu... Eu queria dizer tê- la !

disse...

obviamente andas naquela universidade de parentologia na esquina em Entrecampos, foi onde eu fiz o meu. dá-te sobretudo confiança para aquilo que vais andar a fazer. numa das aulas vais ter que simular que és tu o parteiro com uma boneca insuflável, não vá o diabo tecê-las.